The Merge: o que você precisa saber da nova atualização da Ethereum

Blockchain Intermediário

A nova atualização The Merge, que aconteceu no dia 15 d Setembro de 2022, trouxe mudanças significativas em toda a rede Ethereum. Agora, sua blockchain possui o protocolo PoS, e isso impactará positivamente por reduzir significativamente o consumo de energia para se manter funcionando.

Equipe 2nd Market

15 set 2022 • ATUALIZADO 15 set 2022

No dia 15 de Setembro de 2022, a Ethereum, até agora a segunda maior criptomoeda em valor de mercado, passou por uma grande atualização.

Conhecida como The Merge, ela trouxe mudanças significativas que afetam direta e indiretamente toda a comunidade envolvida nela.

Mas o que de fato vai mudar? Será que essa atualização vai levar o preço da Ethereum as alturas? Vai cair?

O que você, que é investidor ou pensa em aplicar seu dinheiro nela, deve fazer?

Fique com a gente nas próximas linhas que todas essas perguntas serão respondidas.

O que é a The Merge?

É uma nova atualização da plataforma Ethereum, em que o “mecanismo de consenso” utilizado para validar as transações passará de proof-of-work (PoW) para proof-of-stake (PoW).

Assim, o consumo de energia necessária para que os blocos sejam minerados é drasticamente reduzida, tornando a rede mais “verde”.

Na verdade, a Ethereum já possuía uma camada com PoS chamada Beacon Chain, introduzida em 2020, mas que ainda não era utilizada para validar suas transações.

A partir do dia 15 de Setembro de 2022, essa camada que estava separada da rede principal passou a integrar todo o ecossistema.

Por isso, o nome dessa atualização é “The Merge”, que pode ter traduzida em português para “A Fusão” ou “A União”.

Diferença entre PoW e PoS

Para entender mais a fundo o impacto dessa atualização, faremos aqui a distinção entre os dois tipos de consenso que determinam quem em um blockchain tem o “direito” de registrar um bloco novo na rede.

São eles:

  • Proof-of-work (PoW): é o consenso utilizado pelo Bitcoin, em que é necessário máquinas com alto poder computacional para resolver os problemas matemáticos envolvidos nas transações;
  • Proof-of-stake (PoS): nessa modalidade, é necessário que o validador da transação tenha uma quantidade mínima da criptomoeda (no caso, 32 Ether) para se tornar elegível na validação.

Em ambas modalidades, o minerador/validador escolhido pelo algoritmo da rede é recompensado com taxas de transações e novas moedas.

Esquema que explica como funciona o proof-of-stake que agora será o protocolo de consenso da Ethereum.

No entanto, o consenso PoS não exige alto poder computacional como acontece no PoW, e por conseguinte, a quantidade de energia para validar as transações é bem menor.

Só para se ter uma ideia, com a atualização The Merge já funcionando na rede Ethereum, o uso de energia será reduzido em cerca de 99.95 %.

Isso com certeza é visto com bons olhos pela comunidade, especialmente em tempos onde sustentabilidade e iniciativas “verdes” são prioridade para muitos ao redor do mundo.

Mas a pergunta que fica é: o que mais vai mudar?

A The Merge vai diminuir as taxas de transação?

Definitivamente não.

Isso porque o principal objetivo, como já mencionado anteriormente, é a redução no consumo de energia para manter a blockchain da Ethereum funcionando.

Ethereum sendo plantado, representando que a The Merge é uma atualização ecologicamente amigável por reduzir o consumo de energia para manter-se funcionando.

Portanto, nada muda com relação as taxas de transações envolvidas.

Claro que existem outras atualizações futuras que poderão reduzir estes custos, mas não existem expectativas para que elas ocorram pelo menos até o início de 2023.

O preço do Ethereum vai subir com a nova atualização?

Muito difícil dar uma respostas certa para essa pergunta.

É claro que atualizações grandes como a The Merge podem provocar oscilações positivas no preço de alguns criptoativos, ainda mais por ser algo positivo para a comunidade.

No entanto, existem outras variáveis envolvidas na valorização de um ativo, e isso torna ainda mais difícil para prever o quanto ela irá impactar no preço da Ethereum.

Outra coisa importante a ser levada em conta é que a visão de muitos investidores são bem distintas.

Oscilações de preços da Ethereum podem ou não ser influenciadas pela atualização The Merge.

Alguns acreditam que a The Merge seja positiva, outros não acreditam que ela mudará muita coisa, e existe até mesmo uma parte deles que essa mudança poderá acarretar em impactos negativos para a Ethereum no longo prazo.

Então, diante de todos esses fatores, é muito incerto afirmar se o preço do Ethereum vai subir ou cari nos próximos meses.

O que muda para quem investe em Ethereum?

Em primeiro lugar, se você investe ou possui alguma parte de seu capital em Ethereum, não se preocupe: a rede continuará on-line.

Não será necessário tomar nenhuma ação, como criar uma nova carteira e transferir seus Ethers por exemplo – seus fundos continuarão no mesmo lugar.

Se você utiliza uma carteira de software, quer seja um app no seu celular, computador ou extensão de navegador, é bem provável que ela seja automaticamente atualizada pela empresa que fornece este serviço.

Agora, se você já mantinha seus ethers travados para stake antes da The Merge, precisará esperar de 6 a 12 meses para poder destravar seus fundos.

Eles continuarão sendo utilizados para o processo de validação, e você poderá sacar tanto seus ethers travados quanto os ganhos realizados nesse período.

Caso o stake tenha sido realizado por uma corretora, entre em contato com ela e peça mais informações sobre como destravar e sacar suas criptos após esse tempo.

Continue por dentro do universo cripto!

Nossa missão aqui na 2nd Market é trazer você mais perto para a criptoeconomia, oferecendo serviços que promovem maior usabilidade para suas criptomoedas.

E também estamos atento as grandes mudanças que acontecem nesse mercado, como a nova atualização The Merge da Ethereum, trazendo a você tudo o que precisa saber para ficar por dentro e aproveitar grandes oportunidades.

Por isso, se inscreva em nossa newsletter para continuar nos acompanhando!